Pesquisar

Artigos...

Sabia Que...

  • Links de Interesse

  • Analise a forma do seu corpo e o seu peso

      Bookmark and Share  Imprimir

    A forma do corpo e o peso dão-nos pistas sobre a nossa saúde.A maioria de nós acabará por se parecer fisicamente com um dos nossos pais. Assim como a cor do cabelo e dos olhos é transmitida através dos genes, também a altura e a distribuição do peso são hereditárias, embora estas possam ser influenciadas pela alimentação e pela prática de exercício físico.

    A distribuição do peso

    Existem estudos comprovativos de que, nas pessoas com peso excessivo, a distribuição da gordura corporal em excesso pode afectar o risco de ocorrência de doenças cardiovasculares e diabetes. Comparadas com indivíduos “em forma de pêra”, que acumulam gordura na zona das ancas e coxas, as pessoas “em forma de maçã” correm um risco maior. Ter “barriga de cerveja” não é nenhuma brincadeira: esses centímetros a mais na sua cintura podem ser um mau prenúncio.

    Descobrir o peso saudável

    É actualmente definido de acordo com o índice de massa corporal (IMC), calculado com base na proporção peso/altura. Este índice produz uma medição da gordura corporal mais exacta do que a simples pesagem. A par da forma do corpo, o IMC avalia o risco de desenvolvimento de diabetes, cancro e doenças cardiovasculares.

    As directrizes dos Estados Unidos classificam como tendo peso a mais as pessoas com um IMC de 25-29,9, e como obesas as pessoas com um IMC de 30 ou superior. As pessoas com um IMC superior a 40 são classificadas como extremamente obesas. Estas definições são baseadas em dados que evidenciam o facto de muitas pessoas com um IMC de 25 ou superior começarem a registar um aumento de LDL, de colesterol total e dos níveis de açúcar no sangue, juntamente com tensão arterial elevada ou pré­-hipertensão.

    Os riscos do excesso de peso

    Estima-se que dois em cada três americanos têm peso em excesso, e que um em cada três é obeso. A obesidade está a tornar-se cada vez mais comum entre os adultos e as crianças, facto que tem causado impacto na saúde do país. Nos Estados Unidos, cerca de 300 000 mortes por ano estão associadas ao peso excessivo e a obesidade é a segunda causa de morte evitável no país (depois do tabaco).

    Os riscos da obesidade

    Se o seu IMC for de 30 ou superior, é “obeso”. É aconselhável consultar o seu médico e fazer todos os esforços possíveis para perder peso.

    As estatísticas mostram que a obesidade aumenta em grande medida as probabilidades de desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares como a Hiperlipidemia, a tensão alta e o acidente vascular cerebral. Ser obeso também aumenta as suas probabilidades de sofrer de distúrbio da vesícula biliar, Apneia do sono, osteoartrite e problemas respiratórios. Corre ainda maior risco de contrair certos tipos de cancro, como os cancros da mama, do cólon, da próstata e do endométrio.

    Se tiver de se sujeitar a uma cirurgia, pode ser-lhe pedido que perca peso antes da intervenção de modo a mini­mizar os seus riscos.

    Onde armazena a gordura?

    Os homens e as mulheres armazenam a gordura em diferentes áreas do corpo. Nos homens, esta deposita-se maioritariamente na parte superior dos braços, nos ombros e no abdómen; nas mulheres, deposita-se princi­palmente nos seios, nas ancas, nas nádegas e nas coxas. Para ambos os sexos, a medição da cintura é um bom indicador de excesso de peso:

    • Em roupa interior, encontre o ponto central entre a parte superior do osso da anca e a sua costela mais baixa.
    • Assinale este ponto e meça o seu abdómen com uma fita métrica.
    • Certifique-se de que a fita está paralela ao chão e esticada, sem apertar, á volta da sua cintura.
    • Respire normalmente enquanto faz a medição.

    Uma medida de cintura superior a 102 cm nos homens e a 88 cm nas mulheres indica excesso de peso na parte central do corpo (Junto ao coração), o que aumenta o risco de ocorrência de tensão arterial alta, níveis elevados de colesterol, diabetes e doenças cardiovasculares.

    O seu corpo é uma maçã ou uma pêra?

    Costuma dizer-se que as pessoas que tendem a acumular gordura na região abdominal (formando uma pança ou “barriga de cerveja”) têm forma de maçã.

    Se tendem a ganhar peso maioritariamente nas ancas, nádegas e coxas, diz-se que têm forma de pêra. A localização da sua gordura corporal afecta a sua saúde. Se tem o seu corpo em forma de maçã, corre maior risco de ter problemas de saúde associados à obesi­dade, incluindo doenças cardiovasculares, como a tensão arterial alta e a diabetes. Não pode mudar o facto de ter forma de maçã ou de pêra – é uma característica herdada. No entanto, pode reduzir os efeitos controlando o peso e mantendo-se em forma.

    Como deve pesar-se

    Deve ter consciência do que deve ou não fazer se deseja obter uma medição correcta do seu peso, especialmente se está a tentar perder algum.

    • Para maior precisão, certifique-se de que a sua balança de casa-de-banho é de um fabricante conceituado. Não compre a mais barata que encontrar, pois pode não ser muito precisa.
    • Pese-se sempre com a mesma roupa, em roupa interior ou sem roupa.
    • Pese-se sempre na mesma balança e no mesmo sítio. Se possível, arranje uma balança de casa-de-banho para sua utilização exclusiva. Balanças diferentes variam na precisão e no modo como são calibradas, sendo provável que obtenha resultados ligeiramente diferentes se mudar de balança. Pode, por exemplo, achar que tem mais peso numa balança diferente se esta não for muito precisa. Tenha atenção se usar a balança do ginásio – pode parecer precisa, mas é utilizada por centenas de pessoas e tende a desgastar-se.
    • Pese-se sempre á mesma hora, de preferência de bexiga, intestinos e estômago vazios. Logo de manhã, após a primeira ida á casa-de-banho e em jejum, é a melhor altura.
    • Não se pese mais do que uma vez por semana. Todos temos flutuações de peso normais – especialmente as mulheres durante o seu ciclo menstrual- e poderá sentir algum desânimo se pesar mais do que no dia anterior.
    • Se está a tentar perder peso com um programa de exercício físico, deve lembrar-se de que os músculos pesam mais do que o tecido adiposo. Em determinada altura poderá ter o corpo mais esbelto e tonificado, mas o peso manter-se-á ou poderá até aumentar, dada a sua maior massa muscular. Não desanime.
    • Verifique o seu peso. A medição correcta do seu peso é uma parte essencial da avaliação da sua saúde. Pese-se regularmente com as mesmas roupas, em roupa interior ou sem roupa, sempre ã mesma hora, de preferência de manhã, antes do pequeno-almoço.